17 de fevereiro de 2018

Programa para a Promoção da Alimentação Saudável entra na fase de consulta pública

O Secretário Regional da Saúde anunciou ontem, em Santa Cruz da Graciosa, que o Programa Regional para a Promoção da Alimentação Saudável está a partir desta data disponível para consulta pública. “Pretende-se com esta estratégia modificar hábitos alimentares, combater o excesso de peso e a obesidade, prevenir doenças e capacitar os cidadãos com informação para a tomada de decisões sobre a alimentação“, afirmou Rui Luís, à margem da apresentação pública do documento, na Unidade de Saúde de Ilha da Graciosa. Este programa, que esteve em apreciação no último Conselho Regional de Saúde e agora entra na fase de consulta pública, recebeu já os contributos de parceiros como as ordens profissionais, associações de diabéticos e de consumidores e a Câmara do Comércio e Indústria dos Açores, entre outros. “A obesidade e o excesso de peso são um problema de saúde pública ao qual não podemos ficar indiferentes, é por isso importante a participação e a envolvência da sociedade civil neste processo” sublinhou o titular da pasta da Saúde. Na apresentação do programa, pela Directora Regional da Saúde, foram revelados dados sobre os hábitos alimentares e o estado nutricional da população açoriana. De acordo com o Inquérito Nacional de Saúde com Exame Físico (2015), a prevalência de excesso de peso e obesidade na população açoriana entre os 25 e os 74 anos é de 70%. Por outro lado, os indicadores revelam que 10% dos Açorianos sofrem de diabetes e 34% apresentam hipertensão arterial. “Este é um trabalho para décadas, mudar hábitos alimentares enraizados é algo que demora décadas. O nosso objectivo não é ter resultados imediatos daqui a três anos, é que a próxima geração seja mais saudável do que a anterior”, afirmou Tânia Cortez. O Programa Regional para a Promoção da Alimentação Saudável, apresenta, entre outras metas até 2020, o aumento do consumo diário de fruta e hortícolas, o aumento de número de pessoas que consomem mais de um litro de água por dia e o controlo da prevalência de excesso de peso e da obesidade na população infantil. A articulação com a Câmara de Comércio e Indústria dos Açores na criação do ‘Selo Saudável’ e do ‘Selo Sal Iodado’ para os restaurantes, assim como a promoção de hábitos alimentares saudáveis, em parceria com a tutela da Educação, através da melhoria da oferta alimentar nos bares e refeitórios das escolas da Região, são algumas das acções programáticas previstas neste documento. Em fase de implementação estão já projetos como o ‘Geração Saudável’, em parceria com a Ordem dos Farmacêuticos, e ‘Os Super Saudáveis’, em parceria com o Núcleo Regional da Liga Portuguesa Contra o Cancro. O Programa Regional para a Promoção da Alimentação Saudável está disponível no Portal do Governo, em http://www.azores.gov.pt. Os cidadãos podem enviar as suas sugestões através do email sres-pras@azores.gov.pt.
Print

Categorias: Regional

Tags:

Theme picker