Coesão social e económica em risco  se políticas da UE negligenciarem  territórios com desvantagens geográficas Ler mais

Coesão social e económica em risco se políticas da UE negligenciarem territórios com desvantagens geográficas

As ilhas, as zonas rurais, as regiões transfronteiriças e as regiões de montanha necessitam de medidas específicas para manter a sua atractividade, combater as desigualdades e, deste modo, fazer face às suas desvantagens geográficas. É o que recomenda o Comité das Regiões Europeu (CR) num parecer elaborado pela Presidente da Assembleia Regional da Córsega. Já Vasco Cordeiro, Presidente do Comité das Regiões, afirmou que as disparidades na Europa estão a aumentar, afetando em particular os territórios assolados por desvantagens geográficas ou demográficas permanentes.”

“Não posso estar mais de acordo com o governante  açoriano: Os médicos não são bem remunerados  para aquilo que sabem, fazem e os riscos que correm” Ler mais

“Não posso estar mais de acordo com o governante açoriano: Os médicos não são bem remunerados para aquilo que sabem, fazem e os riscos que correm”

E, “de facto, os médicos não devem colocar os interesses financeiros à frente dos seus doentes, mas nunca o fizeram, e é por isso que a classe médica, como toda a gente sabe, nomeadamente aquela que depende do Serviço Nacional de Saúde (SNS) e dos Serviços Regionais de Saúde, foi aquela que mais perdeu poder de compra nos últimos anos, porque foram, sem dúvida, os ordenados mais desvalorizados...”, afirma Jaime Branco

“O turismo sénior pode constituir a chave para contrariar a sazonalidade do sector nos Açores” Ler mais

“O turismo sénior pode constituir a chave para contrariar a sazonalidade do sector nos Açores”

“Para além da difusão dos resultados do TURIVIVA+, pretendemos promover uma reflexão sobre a relevância do turismo sénior na contemporaneidade e sobre a importância deste segmento de turismo para a sustentabilidade económica, social e ambiental. Pretendemos debater sobre quem são os turistas seniores (também chamados grisalhos ou prateados) que nos visitam, que turistas queremos, etc.” afirma Teresa Medeiros, professora da Universidade dos Açores e investigadora responsável do Projecto TURIVIVA+. O Seminário Internacional sobre Turismo Sénior, Bem-estar e Sustentabilidade decorrerá na próxima Sexta-feira, no anfiteatro VIII da UAc.

Theme picker